• INSTITUTO FLÁVIO LUCE

PREPARANDO O V EGATESPO - SOBRE A PROPOSTA DE UM EVENTO VIRTUAL

POR: INSTITUTO FLÁVIO LUCE

Como é do conhecimento de todos o momento de pandemia que enfrentamos determinou a impossibilidade de realização de atividades presenciais, consequentemente da realização do V EGATESPO, que foi transferido para 2021 em dada a ser oportunamente definida. Dessa questão tratamos no texto em anexo “SOBRE O ADIAMENTO DO ENATESPO E DO EGATESPO PARA 2021 E A UTILIZAÇÃO DOS EVENTOS VIRTUAIS”.


Nesse contexto surge a proposta, apresentada pelos colegas de Santa Maria, de realização de uma atividade virtual. Essa proposta foi expressa no nosso Grupo EGATESPO, no whats, onde foi objeto de algumas primeiras manifestações entre os seus participantes.

Em decorrência, no sentido de oferecer uma resposta a consulta dos colegas a Coordenação do Instituto Flavio Luce, que propôs a realização do V Egatespo e coordena a sua organização de forma participativa, indicou conveniente aguardar um tempo maior para oportunizar que outros comentários ocorressem, já que nesse primeiro momento várias questões haviam sido levantadas.


Nessa mesma rede propomos que ficaria a Coordenação encarregada de organizar e consolidar o conjunto dessas manifestações para que pudéssemos dar curso a organização desse evento virtual que colocar-se-ia como importante recurso e atividade preparatória ao V EGATESPO em 2021.


Aguardamos o tempo proposto e nenhuma nova manifestação ocorreu nessa rede, o que significa que ainda temos um longo trabalho para estimular nosso campo para a prática das análises críticas e responsabilização pelos aconteceres de nossas ações, que precisam ser debatidas para colocá-las em consonância com nossos propósitos dando-lhes o máximo de efetiva consequência ao que buscamos como sujeitos políticos que protagonizam no espaço da saúde coletiva, em particular da saúde bucal coletiva.


Assim, procuramos organizar o material disponíbizado de forma a ressaltar os comentários, as questões e sugestões apresentadas que ainda demandam novas discussão e decisões, de forma a que os colegas de Santa Maria, possam dar sequência a preparação dessa atividade.


Vejamos pois:

1 -MANIFESTANTES: manifestaram-se cinco colegas sendo que um em duas postagens

2 - APOIO A PROPOSTA : todos apoiaram o desenvolvimento da atividade.

3 - QUANTO AO ENTENDIMENTO DA NATUREZA DA ATIVIDADE: alguns a entendem como uma atividade preparatória ao V EGATESPO a realizar-se em 2021 e outros como o próprio sobre uma forma virtual, o que dispensaria sua realização em 2021.

4- DATA DA REALIZAÇÃO: Tendo em vista o tempo necessário para consideração das questões levantadas e com a divulgação do evento é importante avaliar a data de realização na poposta pensada para o final do mês de julho corrente

5 - HORÁRIO DE REALIZAÇÃO: para viabilizar a participação dos interessados o evento realizar-se-ia em horário da noite e não a de tarde, como proposto. A tarde demandaria providências para dispensa ao trabalho. A noite facilitaria a presença mas não garantiria o caráter de uma atividade formativa também de responsabilidade dos gestores.

5 – QUANTO A TEMATICA A SER TRABALHADA: A ausência de comentários indica a apropriação da mesma, registrando-se duas considerações . Uma refere-se a inclusão no tema “processo de trabalho” alguma referência a situação pós-pandemia. Outra a necessidade de em algum lugar da programação se viabilizar a fala representação da atual gestão da COSAB/MS.

6 - SOBRE A FORMA DE DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE:

- Constituir uma grande sala unindo o grupo com o microfone mais aberto aos participantes

- na Abertura em invés de uma palestra realizar-se um painel onde expositores teriam de 10 a 15 minutos para suas manifestações;

- incluir um “momento Gaucho”com nomes da cultura da terra que desenvolveriam temas pertinente ao campo da saúde bucal.

7 - OUTRAS DUVIDAS EXPRESSAS:

- sobre o processo de inscrição. Haveria inscrição? Número de participantes, distribuição entre as categorias de participantes?

- Como é mesmo a forma de trabalho dos grupos? Como funcionam?

- Como chamar e envolver dentistas da ponta?

8 – BUSCA DE ARTICULAÇÃO

- Ampliar os esforços de articulação com entidades de representação da Odontologia , de controle social, com instituições de ensino, assim como de outros movimentos sociais, em particular com coletivos da área de saúde local, como o GTSBC da ABRASCO que se coloca disponível para trabalho de cooperação e apoio a iniciativa, como coparticipantes de sua realização.

9 – SOBRE A PALESTRA DE ENCERRAMENTO – Pensamos que após duas sessões de atividade uma palestra de encerramento poderia ceder espaço para um breve chamamento a continuidade da mobilização, realizada por quem coordenará de forma geral a atividade.


VAMOS A DISCUSSÃO!

4 visualizações

Instituto Flávio Luce

Saiba mais sobre nós. A construção, o funcionamento e as perspectivas que se tem em relação ao Instituto se fundamentam nos seguintes atributos:

Institucional
Comunicação
Instituto Flávio Luce

Referência para contatos:

Programação

Nos acompanhe

© 2018 por Sheep Consultoria